23/09/16

Português do Brasil X Português de Portugal


 
Sabemos que a língua portuguesa falada no Brasil apresenta algumas diferenças em relação à língua falada em Portugal. Observe a seguir, três aspectos em que essas diferenças costumam ocorrer: vocabulário, fonética e sintaxe.
1. Vocabulário
Ao compararmos as duas línguas, percebemos que uma série de palavras utilizadas no português do Brasil não são as mesmas encontradas no português lusitano. Veja exemplos na tabela abaixo:
Português do Brasil
Português de Portugal
abridortira-cápsulas
açouguetalho
aeromoçahospedeira de bordo
apostilasebenta
balarebuçado
banheirocasa de banho
cafezinhobica
caixa, caixinhaboceta
calcinhacueca
carteira de identidadebilhete de identidade
carteira de motoristacarta de condução
celulartelemóvel
conversíveldescapotável
faixa de pedestrespassadeira
filafila ou bicha (gíria)
geladeirafrigorífico
grampeadoragrafador
história em quadrinhosbanda desenhada
injeçãoinjeção ou pica (gíria)
meiaspeúgas
ônibusautocarro
pedestrepeão
ponto de ônibusparagem
professor particularexplicador
sanduíchesandes
sorvetegelado
sucosumo
tremcomboio
vitrinemontra
xícarachávena

2. Fonética
A diferença na pronúncia é a que mais se evidencia quando comparamos as duas variantes. Os brasileiros possuem um ritmo de fala mais lento, no qual tanto as vogais átonas quanto as vogais tônicas são claramente pronunciadas. Em Portugal, por outro lado, os falantes costumam "eliminar" as vogais átonas, pronunciando bem apenas as vogais tônicas. Observe:
Pronúncia no Brasil
Pronúncia em Portugal
menino
m'nino
esperança
esp'rança
pedaço
p'daço

3. Sintaxe 

Algumas construções sintáticas comuns no Brasil não costumam ser utilizadas em Portugal, tais como:
- Colocação do pronome oblíquo em início de frase.
Português do Brasil
Português de Portugal
Me dá um presente?
Dá-me um presente?

- Emprego da preposição em, ao invés de a.
Português do Brasil
Português de Portugal
Vou na escola hoje.
Vou à escola hoje.

- Uso frequente de gerúndio, ao invés de infinitivo precedido de preposição.
Português do Brasil
Português de Portugal
Estou preparando o almoço.
Estou a preparar o almoço.

16/09/16

ETC O que estudar

O que estudar para fazer o Vestibulinho Etec Vai fazer o Vestibulinho Etec e não sabe o que estudar, 

confira aqui as principais dicas de estudo para você se dar bem na hora da prova.
 No geral a prova do Vestibulinho Etec exige bastante conhecimentos gerais do estudante, principalmente sobre português e matemática, uma boa é tentar ler jornais e revistas, se você tem dificuldade na interpretação de textos, se foque nisso, já que essa é uma das habilidades que mais irá te ajudar na hora da prova.
Além do básico do português e da matemática, a prova também tem algumas questões de química básica, física e história.
Uma boa ideia é procurar as provas antigas online e tentar fazê-las já que a prova não muda muito de um ano para o outro. O que estudar
• Interpretação de texto •
Interpretação de gráficos e tabelas
• Gramática
• Regra de três
• Soma, subtração, divisão e multiplicação de frações
• Teorema de pitágoras
 • Equações de primeiro e segundo grau.
• História do Brasil
• Primeira e segunda guerra mundial Diferente de muitas outras provas do tipo, o Vestibulinho Etec não tem redação, ou seja você não precisa se preocupar com isso, se seu objetivo é só o de entrar no Etec. É isso ai, estude e dedique-se que você irá passar, não tem segredo, boa sorte.

14/09/16

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO 3ºS TERMOS - QUEM PERDEU UMA OU DUAS DAS ONLINES



CLICA AQUI - RECUPERAÇÃO 3ºS TERMOS A/B

Resumo de Dom Casmurro - Machado de Assis




Resumo da obra de Dom Casmurro
"Casmurro, em seu sentido primeiro, dicionarizado, traz-nos a ideia
de obstinado, teimoso, cabeçudo. O adjetivo carrega, semanticamente, o peso do negativo. Caracterizar alguém, usando-o, é, sem dúvida, depreciativo. A obstinação e a teimosia conferem às pessoas traços de personalidade marcados pela irredutibilidade: ideia fixa; pré-julgamento; incapacidade de reconhecer os próprios erros ou de voluntariedade e tantos outros.
Antecedendo ao adjetivo já substantivado, encontramos o vocábulo Dom, cujo valor, em português, equipara-se ao de sir, em inglês. Entendamos, a partir dessa explicação, Dom Casmurro por “Senhor Obstinado, Teimoso, Cabeçudo”. Sem dúvida, Dom acaba por conferir a casmurro a confirmação dessa irredutibilidade: aquele que é senhor, dono, tem plenos poderes pela consciência daquilo em que pensa, daquilo que quer e em que acredita. "
fonte: MOZINE BLOG