09/09/2013

Chapeuzinho Vermelho de raiva - Mário Prata


  ___ Senta aqui mais perto, Chapeuzinho. Fica aqui mais pertinho da vovó, fica.

  ___ Mas, vovó, que olho vermelho... E grandão... Que que houve?

  ___ Ah, minha netinha, estes olhos estão assim de tanto olhar para você. Aliás, está queimada, hein!

  ___ Guarujá, vovó. Passei o fim de semana lá. A senhora não me leve a mal, não, mas a senhora está com um nariz tão grande! Tá tão esquisito, vovó.

  ___ Ora, Chapéu. É a poluição. Desde que começou a industrialização do bosque que é um Deus nos acuda. Fica o dia todo respirando este ar horrível. Chegue mais perto, minha netinha, chegue.

  ___ Mas em compensação, antes eu levava mais de duas horas para vir de casa até aqui e agora, com a estrada asfaltada, em menos de quinze minutos chego aqui com minha moto.

  ___ Pois é, minha filha. E o que tem aí nesta cesta enorme?

  ___ Puxa, ia me esquecendo: a mamãe mandou umas coisas para a senhora. Olha aí: margarina, maionese Hellmmans, Danone de frutas e até uns pacotinhos de sopa Knorr, mas é para a senhora comer um só por dia, viu? Lembra-se da indigestão do carnaval?

  ___ Se lembro se lembro...

  ___ Vovó, sem quere ser chata...

  ___Ora, diga.

  ___ As orelhas. A orelha da senhora está tão grande. E, ainda por cima, peluda. Credo, vovó!

  ___ Ah, mas a culpada é você. São estes discos malucos que você me deu. Onde já se viu fazer música deste tipo? Um horror! Você me desculpe, porque foi você que me deu, mas estas guitarras, é guitarra que se diz, não é? Pois é, estas guitarras são muito barulhentas... Não há ouvido que aguente, minha filha. Música é do meu tempo. Aquilo sim, eu e seu finado avô, dançando valsas... Ah, esta juventude está perdida mesmo.

  ___ Por falar em juventude, o cabelo da senhora está um "barato", hein? Todo desfiado, pra cima, encaracolado. Que que é isso?

  ___ Também tenho que entrar na moda, não é, minha filha? Ou você queria que eu fosse domingo no Chacrinha de coque com vestido preto com bolinhas brancas?

  Chapeuzinho pula para trás:

  ___ E esta boca imensa???!!!

  A avó pula da cama e coloca as mãos na cintura, brava:         

  ___ Escuta aqui, queridinha: você veio aqui hoje para me criticar, é?!

Fonte: CEREJA, William Roberto, MAGALHÃES Thereza Cochar. Português: linguagens, 1a série. São Paulo: Atual, 2002, p.153-154.  

 

 

INTERPRETAÇÃO DO TEXTO

 

1- Pela leitura da texto, onde se passa a historia ?------

 

2- Quais são os personagens do texto ?

 

3-  Por  que  você  acha  que  o  texto  recebeu  o  nome 

"chapeuzinho vermelho de raiva"?

 

4- Estava queimada ?

 

5-  De  acordo  com  o  texto  por  que  o  nariz  da  vovó  estava 

Grande?

 

6-  Qual  o  benefício  que  a  industrialização  proporcionou  a 

Chapeuzinho ?

 

7-  Na  historia  original  o  que  chapeuzinho  levava  para  a 

Vovó ?

 

8- O que a vovó acha do rock ?

 

9- Qual o programa de televisão que a vovó gosta ?

 

10- Quando a vovó pulou da cama o que você pensou que ela 

Iria fazer ?

 

11- Esta historia é uma adaptação de um conto de fada. 

 

A- Quais eram os personagens do texto na historia original ?

 

B- Qual a diferença do conto original de chapeuzinho

Vermelho para o chapeuzinho vermelho de raiva ?

 

C- Como acabava a historia original ?

 

12-  O  que  você  achou  da  historia  chapeuzinho  vermelho  de 

Raiva 

 

13-  Quando  a  vovó  disse:  "-  escuta  aqui  queridinha:  você  veio 

aqui  pra  me  criticar  é  ?!",  no  lugar  de  chapeuzinho,  o  que 

você responderia ?

 

Vivenciando os fatos

 

1- Você tem avós ?

 

2- Como é seu relacionamento com eles?

 

3-  Alguma  vez  eles  já  perderam  a  paciência  com  você  ?  Por quê?

 

4-  Seus  avós  já  lhe  contaram  alguma  historia  da  época  de 

Criança deles? Qual?

 

5-  O  que  você  gostaria  de  dizer  pra  eles , mas  nunca  teve 

Coragem de falar ?

 

 

 

 

 

 

Postar um comentário